terça-feira, 20 de julho de 2010

Stars.






Noite negra ,fria,sombria,sem luar
Apenas poucas estrelas que tentam me consolar
Em vão!!
Neste momento nada,nada amenizaria a dor que sinto
Preenheria este vazio,acalmaria meu tormento
Nada poderia diminuir meu sofrer
Nada...Exceto ele!
Ele que esta tão distante...
Oh estrelas minhas, estrelas dele
Nossas estrelinhas!!
Permitam que eu chegue até ele
ou que ele chegue até mim
Permitam-me toca-lo ,beija-lo
Te-lo em meus braços
Permitam-me sentir seu cheiro,sua respiração
Ah...olhar em seus olhos...
Nem que seja por uma única vez
Concedam-me este pedido,realizem-me este desejo
Para que eu possa conhecer a felicidade
Ainda que por uma única vez...
Ainda que  a tenha em meus braços e
tenha que deixa-la partir...


                                               Autora:Mari Cavalcanti         01/2010

Um comentário:

Wallace Santos disse...

embora nao goste mais de muita tristeza nas letras ficou realmente bom..mas quando descobrir o lado alegre da poesia vai ver que é melhor ainda ... sei pq ja passei por isso rs