domingo, 4 de julho de 2010

The path,





Na vida há sempre dois caminhos
O mais fácil e o mais difícil
O caminho da verdade e o da mentira
E em busca do melhor caminho vou vivendo...
Sorrindo...chorando...dormindo...acordando...
Acordando pra vida ou talvez para a morte
Fugindo do azar,rezando para ter sorte
Sorte na vida,sorte no amor
Amor de verdade,se for falsificado não serve
Não quero amor morno nem quente
Quero aquele que ferve
Ferve a alma,o sangue,o coração
Amor de verdade,como nos filmes,como nas histórias
Não uma simples e cotidiana paixão
Vou vivendo...
Buscando o conhecimento e tentando transforma-lo em sabedoria
Espantando as tristezas e pondo em seus lugares alegrais
Com um pé na realidade e o outro na magia
Encontrando pedras em meus caminhos e as utilizando ao meu favor
Vou vivendo...
Encontrando poças de lágrimas que eu mesma criei
com a minha incapacidade de ser forte,mas vendo neste gesto
o quanto sou sensível...o quanto sou humana
Vou vivendo...procurando o meu caminho
O caminho que talvez escolhi sem querer,com um OI! ou um Tchau!
Vou buscando o meu verdadeiro eu
Quem eu realmente sou,sem a influência de ninguém
Não quem eu muitas vezes opto por ser...
Ninguém escolhe na realidade quem é
Escolhem apenas o que quer que acreditem ser!
                          
                                       Autora: Mari Cavalcanti.     07/2009

Nenhum comentário: