quarta-feira, 3 de novembro de 2010

The end.



Olhos fechados.
Madrugada sombria.
Vozes que não calam.
Coração esta cansado de bater.
Mais uma vez lágrimas.
Novamente dor.


O vento na janela.
Vejo sangue ao meu redor.
Quero gritar,mas o grito esta trancado.
A chave eu perdi.
Quero abrir meus olhos
mas não tenho forças pra isso.
Quero me mexer
mas o frio me congelou aqui.


Tenho salvação?
Ou minha vida acabará aqui.
A morte de tudo o que acredito
levou-me embora.
Voltarei um dia?
Minha alma esta perdida
ou esquecida em algum lugar.
A encontrarei novamente?


Não tenho mais forças
pra pensar,nem sentir.
Acho que pra mim
este é meu FIM.


                                                   Mari Cavalcanti.             03/11//2010

2 comentários:

Kris Wilmont disse...

Lindo post.

Lotus disse...

Já estou seguindo,lindo poema,também gostei muito seu blog e prometo participar sempre,obrigado e até mais.