quinta-feira, 9 de junho de 2011

Rest.


Pergunto-me o que restou de mim ?
Pensamentos confusos e desejos perdidos ?
Dúvidas e incertezas ? 
Sonhos destruídos e um coração partido?

Apenas lembranças do que não aconteceu?
Apenas saudades do que deveria acontecer ?
O que restou de mim ?
O desejo de encontrar você ?

Nada restou de mim !
Não há sequer um pedaço meu
Posto que tudo em mim és tu
Tudo em mim é teu

De mim nada restou de tu nada se foi
Continuas aqui em tristeza, em saudade
Em dor, em desejo ,em mágoa
Continuas aqui em vontade

Eis aqui o passado e o presente
Eis aqui a sombra do meu ser
E de mim o que restou?
De mim restou você !!

                                          Mari Cavalcanti 07/06/2011

2 comentários:

douglasribeiro disse...

Mari, este ficou de mais muito bom.
Sou seu fã se possível o número um...
beijos gata!

Renato Zuza disse...

Gostei! Além dos sentimentos, está escrevendo bem. Parabéns!